Blog Bitcasino

Criptomoeda

O que esperar das Bitcoins? Um olhar para 2020!

O que esperar das Bitcoins? Um olhar para 2020!

9/7/2019

Muita polêmica envolve o mundo das criptomoedas. Alguns analistas apontam para uma possível quebra do mercado, com regulamentação pesada de autoridades internacionais, impedindo o acesso desses meios revolucionários de troca em suas economias. Mas nem todos pensam assim.

De acordo com fontes internacionais, países como Japão, Estados Unidos, Alemanha, França, Malta, Canadá e Holanda fazem parte da lista de nações que não consideram Bitcoins algo ilegal. Isso mostra que há espaço para essa moeda em grandes economias e, como qualquer moeda, seu preço aumenta, à medida que mais pessoas a procuram.

Com base nesse panorama, o que você pode esperar das Bitcoins para o ano de 2020? Quais as perspectivas para essa moeda? Será que finalmente algumas nações abandonarão o papel moeda e se renderão totalmente à tecnologia das criptomoedas? Confira algumas informações que serão úteis para você entender o futuro do Bitcoin no mundo.

A conjuntura econômica

A lei da oferta e da demanda sempre foi uma máxima na economia. Tudo que muitas pessoas procuram, mas não têm muitas unidades disponíveis no mercado, tem seu preço elevado. Por exemplo, se muitas pessoas querem um carro híbrido, mas poucas empresas oferecem, o valor desse automóvel inovador será elevado.

Afinal, muitas pessoas querem comprá-lo (há muita demanda), mas poucas empresas oferecem (há pouca oferta). E, quando essas duas variáveis operam em direções diferentes, muito provavelmente você terá um aumento de preço. Bom, agora que você entendeu essa premissa, vamos adaptá-la às Bitcoins.

Desde que foi criada, no ano de 2008, as Bitcoins tiveram um aumento impressionante em seu valor de mercado. Essa criptomoeda chegou a atingir mais de 10.000 dólares, antes de recuar abaixo dos dois dígitos recentemente. Mas será que isso foi uma euforia passageira? Ou algo que poderá se repetir?

Oferta e demanda em Bitcoin

Estima-se que as Bitcoins são limitadas em 21 milhões de unidades e, segundo análises estatísticas, até o ano de 2140 será possível minerá-la. Ou seja, programadores poderão resolver códigos e gerar algoritmos para resolução de problemas relacionados a programas digitais, gerando BTC como resultado final. Parece complexo, mas não é.

O importante é você entender que ainda há oferta de Bitcoin no mercado. Isso porque, diferentemente da Ethereum, as Bitcoins podem ser produzidas pelos programadores através da mineração. Mas a velocidade com que os especialistas conseguem resolver os algoritmos é bem menor do que anteriormente.

Segundo análises, em maio de 2020, ocorrerá o que os especialistas chamam de “halving”. Isso nada mais é do que uma redução ao valor de Bitcoin pela metade. Afinal, ½ do montante atual dessa criptomoeda será gerado a cada 10 minutos, o que faz com que a sua oferta no mercado seja bem mais baixa e, consequentemente, seu preço aumente.

Quando as Bitcoins começaram, os mineradores conseguiam aproximadamente 50 BTC a cada mineração. Agora, à medida que os algoritmos ficaram mais complexos, eles levam mais tempo para conseguir obter as resoluções, o que faz com que a velocidade de produção da moeda seja baixa, mesmo sua popularidade continuando a aumentar.

Ou seja, a demanda pelas Bitcoins continuará aumentando, e a sua oferta tende a ser reduzida com o tempo. Essa matemática é um dos indicativos de que essa criptomoeda terá o seu valor aumentado ao longo de 2020 e, quem entrar nessa onda, poderá surfar em mais um dos picos de alta desse meio de troca.

Um olhar nas outras altas

Até o momento houveram duas altas que chamaram a atenção e que foram impactadas pela “halving” pontuada pelos especialistas. A primeira delas foi em novembro de 2012, quando a moeda valia aproximadamente 10 dólares e, um ano depois, estava cotada a mais de US$1.000 no mercado.

A segunda alta foi em 2016, quando a moeda passou de 600 dólares para mais de US$20.000 no ano seguinte. E agora a expectativa é de que haja mais uma alta galopante para as Bitcoins ao longo dos próximos anos, com membros do mercado acreditando que a moeda ainda poderá ser cotada a US$100.000.

A valorização

Entender os mecanismos do mercado pode ser algo complicado para quem não faz parte desse meio. Mas a grande verdade é que isso é muito mais simples do que parece. Se algo é mais procurado, o seu valor aumentará. E, se isso acontecer, quem tiver a moeda verá seu dinheiro ser valorizado.

Por exemplo, digamos que você compre hoje Bitcoins. Quando você comprar, verá que pagará o valor superior a 30 mil reais. Se novas pessoas quiserem essa moeda, mas poucos programadores estão conseguindo produzi-la, consequentemente seu preço vai aumentar, o que fará com que ela se valorize.

Então se você a adquiriu por 30.000 e ela se valorizou, parabéns, você acaba de ganhar simplesmente por ter investido em uma boa escolha. Essa lógica é a mesma do mercado de ações. Por exemplo, se uma empresa está com sua ação valendo R$10 e algo incrível acontece, você verá o papel dela subindo 5% ou até 10% em um dia.

Foi isso que aconteceu com pessoas que compraram uma unidade de Bitcoin em 2015. Pois em 20 de novembro daquele ano, uma criptomoeda desse tipo estava avaliada em R$1.209,77. Já hoje, essa moeda vale mais de R$30.000. Ou seja, se você comprou 10.000 unidades (as quais custariam R$12.097,70), hoje teria mais de R$300.000.

Essa valorização elevada das Bitcoins é um dos fatores que atrai novos especuladores para ela. E isso nos leva ao próximo motivo do porquê nós acreditamos que essa criptomoeda tem grande potencial para ter seu preço ainda mais elevado no ano de 2020. Portanto, ‘’água no café’’ que vem mais pela frente.


O elemento curiosidade

Quando algo revolucionário chega ao mercado é normal as pessoas terem interesse em testar, experimentar, conhecer, visitar. E, com a Bitcoin, não é diferente. Muitos indivíduos resolveram arriscar um pouco do seu dinheiro nessa criptomoeda, só para ver no que ia dar, e acabaram se dando muito bem.

Esse sentimento de curiosidade é outro motivo que leva especialistas a crerem que as criptomoedas têm, sim, potencial para ganhar ainda mais espaço no mercado. Afinal, mais pessoas sentirão que elas podem ser uma boa forma de ganhar dinheiro, mesmo que isso signifique um certo risco.

Mas qualquer investimento tem um risco envolvido. Portanto, independente de você alocar seu dinheiro em criptomoedas ou ações, por exemplo, você terá alguns riscos que farão parte do mercado financeiro. Mas, quando comparado aos tradicionais meios de se investir dinheiro, as Bitcoins rendem muito mais.

Rentabilidade é outro atrativo

Voltemos ao nosso exemplo anterior, onde você investiria R$10.000 em criptomoedas em novembro 2015, o que equivaleria a você ter R$12.097,70 em Bitcoins. Em 2019, resgatando esse valor investido há quatro anos, você teria mais de R$300.000. Uma rentabilidade considerada absurda para muitos especialistas.

Agora pense que você deixou os mesmos R$10.000 aplicado na nova poupança entre novembro de 2015 e outubro de 2019. O valor a ser resgatado seria de pouco mais de R$12.000. Ou seja, você ganharia algo aproximado de 20% em quatro anos. Agora compare as duas opções, Bitcoins e poupança, e veja qual delas é mais atrativa.

Esse desempenho histórico atraiu muitas pessoas para arriscarem seus recursos em Bitcoins. E muitas delas não se arrependeram, continuando a fazer parte do grupo de indivíduos que realmente acredita nas criptomoedas e na facilidade que elas oferecem para o mercado financeiro de um modo geral.

Motivos de suspeita

O dólar americano foi inventado em 1776. Desde a sua invenção, essa moeda teve diversas reformas e passou por intervenções governamentais históricas. Isso aconteceu também com a moeda do Brasil, a qual teve interferência direta do governo brasileiro ao longo das crises do Real. Com o Bitcoin não será tão diferente.

A criptomoeda está, aos poucos, sendo aceita nos principais países do mundo. As economias estão começando a se abrir para receber uma inovação, em termos financeiros. Tudo isso leva tempo, e exige uma adaptação de locais que vendem produtos para que sejam aceitas essas formas de receber pagamentos.

Esse período de adaptação é um dos fatores que tem afastado algumas pessoas das Bitcoins. Mas a grande verdade é que isso acontece por desconhecimento. Meios de comunicação em massa não veiculam informações sobre criptomoedas para todas as pessoas, e nem todos os indivíduos possuem acesso aos computadores e smartphones do mercado.

A expectativa é que mais pessoas consigam fazer parte da rede online e se comuniquem mais usando aplicativos e dispositivos móveis. Justamente por isso o Bitcoin pode ganhar espaço, pois é um meio de pagamento fácil e sigiloso, garantindo que o usuário não sofra com as taxas elevadas de transações online, por exemplo.

Além disso, ainda não foram criadas regulamentações, como impostos e outras formas de declaração envolvendo criptomoedas. Isso acaba por dificultar um pouco o seu uso, já que muitas pessoas não sabem como declarar criptomoedas quando estão gerando seu Imposto de Renda.

Toda essa situação diferente causa certa estranheza no mercado, mas isso, com o tempo, tende a reduzir. Principalmente quando o público em geral entender que, criptomoedas como um todo, não são um bicho de sete cabeças. Elas são simples e foram criadas para facilitar a vida das pessoas.

A aplicabilidade das Bitcoins

Ouve-se muito falar sobre as polêmicas envolvendo as criptomoedas. São compras ilegais, deep web, e vários outros rumores. Mas a grande verdade é que existe muito mais aplicabilidade para Bitcoins do que se imagina, e uma polêmica atrai muito mais a atenção do que uma informação que pode fazer toda a diferença.

O primeiro ponto que vale a pena mencionar é que as Bitcoins podem ser aplicadas em muitos setores do mundo digital. O primeiro deles é o de proteção de dados dos usuários. Por exemplo, sempre que você faz uma transação o histórico do que foi negociado fica registrado, e autoridades podem intervir e verificar o que foi feito com sua conta bancária.

Mas com Bitcoins isso não acontece. Sua tecnologia diferenciada permite ao usuário fazer transações tendo seus dados protegidos e com a privacidade necessária para que seus dados não sejam expostos. Essa segurança que as Bitcoins oferecem faz toda a diferença para quem quer ficar cada vez menos exposto no mundo digital.

É importante ter em mente que isso não significa que os governos serão prejudicados se as Bitcoins ganharem o mercado e se transformarem na nova moeda digital usada pelas pessoas para fazerem transações entre si. Essa criptomoeda também permite que órgãos regulamentadores possam intervir nas negociações, quando necessário.

Um bom exemplo disso é uma autoridade monetária intervindo em um mercado de ações. Quando uma ação sofre muita oscilação, há uma pausa nas negociações para que o mercado encontre novamente o preço de equilíbrio e a compra e venda possa voltar sem grandes volatilidades.

Em Bitcoins as autoridades podem controlar os protocolos de negociação para autorizar transações. Isso evita que regimes sejam criados e haja possibilidade de fraude por parte dos players de mercado. Afinal, tudo estará no controle de quem comanda o gerenciamento da moeda, mesmo ela sendo descentralizada.

Os contratos inteligentes

Outra aplicabilidade muito importante das Bitcoins é o uso em contratos inteligentes. Trocando em miúdos, essa forma de transação permitiria que instituições financeiras, por exemplo, pudessem criar um contrato onde seria mais fácil gerenciar suas condições e lidar com a outra parte.

Esses contratos seriam baseados em protocolos que permitiriam o gerenciamento das condições que foram estabelecidas. Com isso, a instituição teria plenas condições de gerenciar o que a outra parte está realizando e poderia desativar determinada transação, desde que fosse a detentora de uma das partes da negociação.

Isso revolucionaria completamente o mercado que temos atualmente, onde contratos são feitos de forma bem mais burocrática e sem uma possível fiscalização direta e constante do que se está sendo realizado. Por meio de códigos, seria muito mais simples acompanhar os dados que estão sendo transmitidos.

Exatamente por isso há muitas startups que estão trabalhando fortemente para criar uma plataforma de negociações de contratos sólida. A ideia seria reduzir a burocracia que bancos e outras instituições enfrentam, e facilitar as transações, permitindo um maior controle também do que é realizado por cada uma das partes.

Como há toda uma intervenção política e participação popular em alguns governos do mundo, seria uma discussão mais longa e ainda não bem desenvolvida a aplicabilidade de Bitcoins em regimes políticos. Mas isso não quer dizer que essa possibilidade seja impossível de acontecer nos próximos anos.

Porquê você deve investir em criptomoedas

O mundo das criptomoedas existe, você querendo ou não. Há pessoas que usam esse meio digital para contratos inteligentes, transações online, especulação, e muito mais. A grande verdade é que o futuro é incerto, e especialistas se baseiam em dados para tentar projetá-lo o mais corretamente possível.

Agora se você, em algum momento, cogitou investir em criptomoedas, talvez seja uma boa hora. Falamos isso pelo simples fato dessa moeda já ter se firmado entre suas concorrentes. Mesmo enfrentando novidades, como a Ethereum, a Bitcoin não ficou para trás e seguiu se valorizando, além de continuar sendo minerada pelos programadores.

Ou seja, ela não deixou de ter espaço no mercado digital. O fato de ser uma das pioneiras no mundo das criptomoedas fez dela uma das primeiras a ganhar espaço e se firmar ao longo dos anos. Sua ideia inovadora de moeda descentralizada chamou ainda mais a atenção das novas gerações.

Se você pensa em adquirir algum tipo de investimento, ou então tem um dinheiro que está parado em outra forma de investir, talvez seja uma boa ideia dar uma olhada com mais carinho para as Bitcoins. Essas criptomoedas já provaram oferecer altas rentabilidades em curtíssimos espaços de tempo.

Isso são fatos históricos que apresentam, não simplesmente achismos de blogs ou pessoas que se dizem especialistas. Análises gráficas, conjuntura econômica, evolução do mercado, globalização e muitos outros fatores são levados em conta para afirmar que é, sim, uma boa ideia adquirir Bitcoins.

A maior do mercado

Atualmente são mais de 32 milhões de carteiras digitais contendo Bitcoins no mundo. Estima-se que aproximadamente 30% estão realizando transações rotineiramente. Isso indica um volume imenso de negociações usando criptomoedas. E o Brasil não ficou para trás nesse mundo inovador.

Segundo informações, o volume de Bitcoins entre brasileiros ultrapassou a casa do 1 milhão. Em 2017 esse valor não era nem de 500.000. Isso mostra a evolução dessa moeda entre os cidadãos brasileiros. E indica que também há pessoas que acreditam nessa como uma ótima opção de investimento.

Outro fator que chama a atenção é quando se leva em consideração quem são as pessoas que estão adquirindo Bitcoins. Ao analisar os dados, a maior parte dos investidores são pessoas que estão, de alguma forma, relacionadas com o mundo dos negócios. Coincidentemente, esses indivíduos também detêm muito dinheiro em sua grande maioria.

Aproximadamente 8% do total de investidores em Bitcoins são pessoas relacionadas aos negócios financeiros. Além disso, aproximadamente 90% dos que investem são homens, contra 10% das mulheres. Outro fator importante é que quem compra Bitcoin tem, geralmente, entre 25 e 34 anos.

Por fim, mas não menos importante, as Bitcoins detêm mais de 50% do mercado de criptomoedas. Sua popularidade e a baixa burocracia para adquirir essa moeda a tornaram a preferida quando comparada às concorrentes, como Ethereum, XRP, Tether, Litecoin, Binance e muitas outras.

Onde usar suas Bitcoins

Você, como pessoa física, talvez não veja muita aplicabilidade para as Bitcoins, mas existe um futuro promissor para criptomoedas. Muitas economias já aceitaram a sua introdução, portanto, é só questão de tempo para que ela ganhe também espaço entre outros setores ao longo das nossas vidas.

Já existem situações em que uma pessoa pode usar suas Bitcoins. Uma delas é para efetuar pagamentos ou transações entre fornecedores, onde você pode comprar determinado produto online e pagar usando suas criptomoedas. Isso evita que uma autoridade monetária cobre taxas elevadas e tem uma velocidade impressionante.

Geralmente transações efetuando Bitcoins são extremamente rápidas, já que elas não precisam passar por nenhum tipo de sistema individual entre bancos. A comunicação se dá basicamente entre computadores, o que reduz a burocracia, acelerando o processo de compra e venda.

Mas existe ainda outra vantagem que atrai muitas pessoas, e que permite ainda mais ganhos com criptomoedas. Nós estamos falando de jogos de cassino. Esse mercado oferece boas oportunidades para que as pessoas que possuem Bitcoins possam usá-las em jogos online e ganhar prêmios.


O cassino online com Bitcoin

O Bitcasino oferece uma plataforma totalmente diferenciada e com um sistema simplificado, visando acompanhar o mercado de Bitcoins. O processo para você depositar seus recursos é bem simples, e permite que você veja seus créditos instantaneamente em seu perfil, sem precisar esperar dias por isso.

Os métodos tradicionais de depósito de moedas em sites de cassino podem levar dias. Por exemplo, o boleto bancário precisa ser pago pelo cliente e, somente depois de ser processado, os créditos ficarão disponíveis. Enquanto isso, os prêmios estarão sendo distribuídos, e você pode ficar de fora pelo simples fato de usar uma forma de aporte burocrática.

Com Bitcoins isso não acontece, pois você verá que sua conta será automaticamente debitada e seus créditos ficarão disponíveis em poucas horas em Bitcasino. E, quando seu depósito ficar disponível, basta selecionar quais jogos você quer tentar a sorte e ainda há a possibilidade de se juntar ao clube de fidelidade.

Dentre todos os jogos disponíveis você verá máquinas caça-níqueis com prêmios acumulados, jogos de mesa e outros clássicos, como o vinte-e-um e bacará. E, como se toda essa variedade não bastasse, você ainda tem direito ao acesso da área promocional, onde encontrará promoções especiais.

Agora que você sabe como Bitcoins funcionam e qual o futuro para elas, pode aliar a sua rentabilidade às chances de ganhar prêmios incríveis em jogos de cassino. É uma das melhores formas que o mercado oferece para você guardar suas criptomoedas e ainda se divertir. Portanto, saia na frente e aproveite para colocar em prática o quanto antes as suas metas para 2020.

Words: Sean McNulty

Images: PA

Categorias

Postagens recentes

SEJA SORTUDO ONDE QUER QUE VOCÊ VÁ

SEJA SORTUDO ONDE QUER QUE VOCÊ VÁ

12/3/2019
Blog
Criptomoeda
O que esperar das Bitcoins? Um olhar para 2020!
Sobre Bitcasino

Bitcasino.io pertence e é operado por mBet Solutions NV (Kaya Richard J. Beaujon Z/N Landhuis Joonchi II Curaçao). É licenciado e regulado pelo Governo de Curaçao sob a licença 1668/JAZ.

English日本語РуccкийPortuguês中文Español한국어DeutschFrançaisภาษาไทย