Blog Bitcasino

Criptomoeda

9/10/2019

Lançada oficialmente em 30 de julho de 2015, a ethereum é uma tecnologia de blockchain que permite aos seus adeptos o acesso a diversas funcionalidades na internet. E sua ideia descentralizada com contratos inteligentes sem possibilidade de fraude trouxeram ainda mais credibilidade ao mercado de criptomoedas.

A principal ideia desse meio de troca é servir como ferramenta para uma internet onde o dinheiro e os pagamentos estejam incluídos. Além disso, a ethereum também permite que seja mantida a privacidade de seus usuários de uma forma totalmente descentralizada, já que ela não é mantida por uma empresa ou pessoa específica.

Mas como você pode usar essa moeda digital ao seu favor? De onde ela surgiu e como foi a sua criação? Qual é melhor, bitcoin ou ethereum? Se você tem essa e outras dúvidas sobre criptomoedas, então este artigo ajudará a entender esse mundo que, parece complicado, mas não é.

Criada via crowdsourcing

A principal motivação da criação da ethereum, segundo seu idealizador Vitalik Buterin, foi a forma com que as bitcoins estavam lidando com a tecnologia das criptomoedas. A ideia de seu desenvolvedor era ir além de um simples meio de troca entre pessoas interessadas em adquirir produtos ou serviços.

Buterin queria algo que permitisse a habilidade de troca, mas que fosse além do simples conceito de criptomoeda. Por isso, no ano de 2014, Vitalik e seus sócios lançaram uma campanha para arrecadar fundos com o objetivo de criar esse meio de troca que revolucionaria o mercado digital. Isso fez com que seus criadores conseguissem levantar o equivalente a 18 milhões de dólares.

Com todo esse recurso os programadores envolvidos no projeto da ethereum conseguiram colocar no ar a primeira prévia do meio de troca em 2015. E o nome dado para essa estreia foi Frontier. Mas, além de dar início a essa revolução, os meios de troca idealizados por Buterin e seus sócios foram ganhando espaço e caindo nas graças dos usuários.

Segundo dados, o número de transações diárias envolvendo ethereum passou de 1 milhão em janeiro de 2018. Seu principal crescimento foi no ano de 2017, quando saiu de 22 mil trocas por dia para 800 mil. Esse pico mostrou que muitos usuários acreditam nesse novo sistema de contratos virtuais.

Atualmente algumas pessoas procuram a ethereum para ter como reserva e investimento especulativo. A ideia é ganhar com a oscilação de preço, algo bem similar ao mercado de ações. Porém, outras pessoas a adquirem para que possam fazer suas transações digitais de forma segura.


A competição

É inegável que o grande motivador do desenvolvimento da ethereum foram as bitcoins. As criptomoedas não contavam com recursos diferenciais, como a geração de tokens específicos em contratos de troca. Mas o principal meio de compra e venda do mundo, o dólar, também estava na mira dos desenvolvedores.

A ideia era que a ethereum competisse de igual com bitcoin e dólar. A proposta de Buterin e seus colegas era criar um meio seguro e fácil para usar em trocas entre países ou até mesmo pessoas da mesma nação que não se conheciam e muito menos tinha confiança umas nas outras, mas tinham interesse em fazer negócios.

Com a ethereum, ao invés de governos preocuparem-se com seus dados alojados em servidores de terceiros, basicamente uma máquina teria comunicação direta com outra. Essa transmissão de dados não teria interferência humana e permitiria que a privacidade fosse mantida entre quem fez a transação.

Essa ideia seria o grande diferencial competitivo que a ethereum teria para oferecer aos seus usuários. Além disso, descentralizando as transações, esse meio de troca faria com que tudo fosse mais rápido, sem precisar enfrentar uma burocracia que não ajuda a tornar o sistema mais simples.

A medida que esse meio de troca foi crescendo, outras concorrentes tentaram ganhar espaço oferecendo a mesma tecnologia. Mas, pelo seu caráter inovador e desenvolvimento sólido, a ethereum manteve-se entre as principais moedas digitais, e até hoje continua com um elevado número de transações por dia.

Ataques de hackers

Como qualquer tecnologia em desenvolvimento, a medida que os anos passam, é preciso aprimorar a segurança das plataformas. Isso porque há vários hackers esperando a oportunidade de entrarem no sistema de determinado programa para que consigam roubar dados de usuários.

A primeira vez que a ethereum viu sua base de dados ser afetada por hackers foi em julho de 2016, no que ficou conhecido como DAO attack. DAO significa Distributed Autonomous Organizations, e a sua ideia era de servir como fonte de fundos para que projetos diversos pudessem ser colocados em prática.

Os projetos seriam votados por investidores e, para ser um investidor com direito a voto, o necessário era comprar ethereum. Com a compra de uma unidade do meio de troca digital, os participantes do projeto DAO ganhariam o equivalente a 100 tokens, os quais permitiriam o direito a voto nos candidatos a receber fundos.

Mas, para a surpresa dos participantes, em 16 de junho de 2016, uma brecha no sistema foi encontrada. Um hacker conseguiu usar o mecanismo interno para conseguir obter aproximadamente 3.6 milhões de ether (criptomoeda vinculada a ethereum) de forma totalmente indevida.

Após muita discussão entre a comunidade ethereum, chegou-se à conclusão de que os valores do DAO deveriam retornar aos investidores e, consequentemente, o hacker acabou com os recursos que tinha obtido retornados para o devido local. Mas, o mais importante é que, após esse episódio, novas medidas de segurança foram adotadas.

Atualizações trouxeram segurança e praticidade

Assim como computadores e smartphones, as moedas digitais também precisam de atualizações para que possam garantir a segurança dos seus usuários. E a ethereum teve momentos importantes em sua história, os quais ajudaram a trazer credibilidade para o seu desenvolvimento.


Um dos primeiros momentos de destaque na história da ethereum ocorreu em outubro de 2017. Uma atualização chamada Byzantium Hard Fork entrou em vigor. Sua ideia era tornar a transação de contratos online algo mais seguro e poderoso. A ideia era melhorar o protocolo de transações garantindo a privacidade dos usuários.

Como a ethereum é relativamente nova, comparada às outras formas de transação no mundo digital,  esse processo de atualização foi dividido em quatro etapas, sempre seguindo os mais avançados meios de segurança online. Os nomes dados a cada etapa foram: Frontier, Homestead, Metropolis e Serenity.

Foram inseridas alterações pelos desenvolvedores da ethereum, onde os usuários teriam:

●      Maior velocidade em suas transações;

●      Melhoria de segurança nas trocas entre usuários;

●      Aumento da privacidade dos contratos que são comprados e vendidos;

●      Permitirá mais descentralização na obtenção de quem é o minerador de um código obtido via programação.

Constantinople

Assim como outras melhorias, a Constantinople foi desenvolvida para tornar a ethereum um meio de troca mais simples e seguro. A ideia é que essa atualização seja uma ponte para a Casper, que seria a etapa final para o uso do Proof-Of-Stake (prova de ativação). O POS seria uma forma de garantir quem seria o criador de determinada equação dentro da programação.

Ainda no calendário da Ethereum Foundation estão outros ethereum improvement upgrades (EIPs). Essas atualizações buscam uma melhor organização dos blocos que são armazenados, aumentam a velocidade de processamento e adicionam canais, os quais facilitam a forma de interação dos contratos.

Tudo isso parece extremamente complexo, mas a realidade é que essas atualizações ajudam a manter o usuário mais seguro ao usar esse tipo de contrato digital. A tecnologia blockchain facilita os amantes da criptomoeda ether, já que podem contar com serviços de upgrade enquanto usam esse meio de troca.

Essa é uma das diversas vantagens que a ethereum tem para seus usuários. O simples fato dela estar constantemente atualizada permite que seus sistemas estejam acompanhando o desenvolvimento tecnológico, algo que outros papéis moeda mesmo, como o real, não necessariamente conseguem se adaptar com tanta facilidade.

Aplicabilidade da ethereum: onde usá-la

Devido ao fato de estar anexada a uma plataforma de negociação digital baseada na tecnologia blockchain muitas pessoas evitam usar contratos digitais envolvendo ethereum, mas o maior empecilho para que muitos façam parte desse universo é o desconhecimento. A boa notícia é que isso tudo é muito fácil de entender.

Para começar, tudo que você precisa fazer, é ter um meio de comunicação com a internet, como computadores, tablets ou smartphones. Depois disso, é só adquirir uma ether, que consiste em uma criptomoeda a qual permite o acesso a plataforma da ethereum e, consequentemente, ao blockchain.

Investimento e especulação

Existem pessoas que podem adquirir ethereum pelo simples fato de investirem em moedas digitais. A finalidade seria ter esse recurso para, quando ele se valorizar no mercado, ganhar com a venda dele. Isso seria algo bem similar as ações, onde você compra um pedaço de uma empresa e vende quando ela se valoriza.

Algumas pessoas não ficam por tanto tempo com a ethereum, pois acreditam que podem ganhar dinheiro simplesmente comprando e vendendo constantemente. No mercado de operações isso é conhecido como day trade; em outras palavras, troca diária. Como o próprio nome já diz, essas operações são realizadas diariamente.

Algumas pessoas chegam a ganhar dinheiro suficiente para viver mensalmente com esse tipo de operação no mercado de papéis. Mas, para fazer esse modo de investimento, é necessário ter conhecimento e saber que, se você está comprando com o simples objetivo de vender logo em seguida, você estará especulando.

Mas, caso você esteja comprando e querendo manter por um longo prazo, então está investindo em uma nova forma de guardar seu dinheiro e apostar no desenvolvimento desse mercado que tem tudo para dar certo. Principalmente se o número de usuários continuar acreditando na ideia desse tipo de inovação.

Carteiras digitais 

A ether, criptomoeda da ethereum, ficará guardada em uma carteira. Mas, como ela é digital, o local que suas moedas estarão depositadas é uma carteira online, mais conhecidas como ewallets. Uma vez que você tenha a moeda, poderá comprar e vender produtos e serviços a vontade.

Existem as ewallets, que ficam no seu computador, as quais você precisa fazer o download para tê-las instaladas, mas existem também versões que ficam online e também poderão ser acessadas, desde que você tenha uma conexão válida com a internet. E não esqueça de acessar seus dados somente em uma rede segura.

Se você gosta de ficar sempre conectado usando seu smartphone, então aproveite uma carteira que permite o uso dentro de um celular. Há aplicativos que permitem o gerenciamento e transferência de recursos, quando o interessado deseja movimentar seu saldo em carteira para alguma finalidade.

Para comprar a ether você precisa de alguém que esteja interessado em vender. Por bitcoins serem mais líquidas, ou seja, ter mais compradores e vendedores ativos, algumas pessoas preferem comprar bitcoin e depois trocar por ethereum, em uma transação que, em teoria, seria mais rápida.

Por falar em bitcoin, ela nos leva ao nosso próximo tópico. Com o desenvolvimento das criptomoedas, muitas pessoas começaram a desenvolver seus próprios meios de troca digitais. Mas, a grosso modo, as mais famosas são bitcoins e ethereum. Isso, por sua vez, nos leva a famosa pergunta: qual criptomoeda é melhor: bitcoin ou ethereum?

Bitcoin vs Ethereum: qual a melhor?

Saber as diferenças entre bitcoin e ethereum pode ajudar você a saber qual delas é a melhor para o seu objetivo. Lembrando que as duas são meios de pagamentos digitais. Mas algumas pequenas características ajudam o usuário a saber como usá-las sem enfrentar grandes dificuldades.

Antes de entrarmos nas diferenças entre as moedas, vamos falar de algumas similaridades que é importante você ter em mente. Tanto bitcoin quanto ethereum permitem que o seu dinheiro seja transacionado sem precisar de intermediários, como bancos, por exemplo. O que, por sua vez, evita gastos com taxação constante para que seus valores sejam mantidos em caixa.

Ambas as criptomoedas usam a tecnologia de blockchain, um sistema moderno que busca atualização constante para que a segurança dos seus usuários seja garantida, independente do local que estiverem no mundo ou da plataforma que usam para que possam comprar e vender suas moedas.

Agora que você percebeu algumas das similaridades entre esses meios de troca, é hora de adentrarmos nas diferenças. E, sabendo delas, tudo ficará mais claro para você na hora de decidir qual das duas você colocará em sua carteira. Não se preocupe, você não precisa ser um programador para entender nada do que vamos apresentar.

Inflação vs deflação

 

Bitcoin

Ethereum

O que é?

Uma moeda digital

Um token, com a moeda Ether relacionada

Tempo de transação

Aproximadamente 10 minutos

De 10 a 20 segundos

Funcionalidade

Comprar produtos e serviços

Permite contratos para desenvolvimento de projetos

A principal diferença entre bitcoins e ethereum é a sua funcionalidade. A bitcoin permite a compra e venda de produtos ou serviços. É bem similar a uma moeda real, onde você entra em uma lanchonete, por exemplo, e consegue adquirir algum produto de seu interesse sem grandes problemas.

Outro ponto que é importante ao usuário ter em mente é que bitcoins têm uma quantidade finita em circulação. Isso significa que não há mais modos, em teoria, de criar esse meio de troca digital por parte de mineração ou qualquer outro tipo, evitando que ela sofra com a inflação (aumento de preços) com o tempo.

Já ethereum é algo que pode ter sua quantidade aumentada, dependendo de como está ocorrendo a  mineração dos programadores envolvidos em seu desenvolvimento. Isso é bem similar ao que sofrem os brasileiros com o Real, onde ele teve que entrar para substituir outro meio de compra e venda.

Felizmente a ethereum tem um sistema de atualização e um processo de mineração que não é tão fácil assim de conseguir. Então não há um grande pico de alta para o preço da moeda entre seus usuários. Portanto, enquanto as bitcoins sofrem deflação, a ether pode ser afetada pela inflação.

Por que ethereum é bom para jogos online?

O grande diferencial da criptomoeda ether é a sua facilidade de uso e a praticidade, além da segurança oferecida pela plataforma, já que ela conta com atualizações constantes. Mas, para quem gosta do ethereum casino, existe ainda o fator do saldo de quem faz um depósito estar disponível quase que instantaneamente.

Se você já tem certa experiência no mundo dos games em sites de jogos, então deve saber que, para ganhar dinheiro de verdade, é preciso fazer um cadastro e depositar recursos usando uma das formas de aporte disponíveis. E, para que possa sacar, também é preciso informar um método de pagamento.

Com boleto bancário, uma das formas mais usadas pelos brasileiros, há muita demora para que o seu saldo fique disponível, já que ele leva mais tempo para que o processamento seja realizado pelo banco. Além disso, taxas adicionais podem ser cobradas, o que torna o processo ainda mais custoso para você. Já com ethereum, se houverem taxações, elas são relativamente menores.


Quem opta por depositar usando ethereum gambling verá que seu saldo ficará disponível para jogar em questão de horas (as vezes, minutos). Isso se dá principalmente ao fato da plataforma ser muito rápida e não contar com intermediários, como o seu banco, por exemplo. O Ether será transferido entre computadores, evitando a burocracia dos pagamentos tradicionais.

Isso sem falar que, se você usar boleto para fazer o seu depósito, poderá facilmente se confundir com as linhas de pagamentos. Os números são grandes e um dígito errado pode comprometer toda a sua transação. Então, sobre aquele slot de jackpot que você estava buscando, pode ser que outro jogador ganhe, devido ao seu aporte demorar para ser realizado.

Transferência bancária vs ethereum: qual é o melhor?

Outro método também bem utilizado por jogadores para transferirem seus recursos é a transferência bancária. Bancos internacionais costumam oferecer esse método de aporte para seus usuários. Mas existem alguns diferenciais da ethereum que fazem com que as pessoas prefiram essa solução digital.

Ao comprar ether para jogar blackjackroleta ou qualquer outro jogo de cassino, você tem a vantagem de ficar livre de taxas extras e, ao mesmo tempo, ter uma reserva em outra moeda que não seja a sua, ou o dólar, por exemplo. O ethereum garante a você investimentos também em outro tipo de recurso.

Digamos que você tenha comprado ether e a moeda sofra uma valorização. Enquanto você joga no cassino, verá seu dinheiro valorizando sem necessariamente precisar ficar comprando e vendendo ações. Esse tipo de vantagem você não teria se usasse, por exemplo, transferência bancária.

Ethereum

Boleto bancário

Transferência bancária

Depósitos caem na conta praticamente instantaneamente

Aporte demora alguns dias para ficar disponível em conta

Ao depositar, o tempo de processamento será rápido, mas taxas adicionais podem ser cobradas

Investimento, já que você poderá ganhar se o valor da ether variar positivamente

Valores em reais continuarão em reais, não sofrendo valorização

Seu dinheiro não será valorizado em conta corrente, caso a ether varie positivamente

Como sacar ethereum?

Uma vez que você tenha ganhado com suas apostas em jogos de cassino, por exemplo, poderá fazer o saque dos seus ganhos para a sua conta bancária. Para isso, será necessário transferir os recursos para a sua e-wallet, a carteira digital que comentamos anteriormente, e depois escolher como pretende enviar para sua conta corrente.

O fato de você deixar na e-wallet pode servir como reserva de moeda digital para que você tenha a ether e ganhe com a oscilação de preço dela. Mas, se você preferir, pode vendê-las para pessoas que também estejam interessadas em adquirir ethereum e usar seus contratos digitais para fins diversos.

Devido ao anonimato das pessoas que estão trocando ethereum e a facilidade dos contratos digitais ofertados pela plataforma, a expectativa é de que essa criptomoeda e meio de troca online ganhe espaço com o tempo. Além disso, como vem recebendo atualizações e erros são corrigidos ao longo de sua história, permite maior segurança e privacidade aos seus usuários.

Devido a todos esses diferenciais da ethereum, e seu compromisso com uma revolução financeira saudável para a economia mundial, além da busca constante de melhoria, usar a ether é, sim, uma boa ideia, principalmente em jogos online, os quais permitem que os recursos estejam disponíveis rapidamente e sem burocracia.

Palavras: Sean McNulty
Imagens: Shutterstock

Categorias

Postagens recentes

SEJA SORTUDO ONDE QUER QUE VOCÊ VÁ

SEJA SORTUDO ONDE QUER QUE VOCÊ VÁ

12/3/2019
Blog
Criptomoeda
Sobre Bitcasino

Bitcasino.io pertence e é operado por mBet Solutions NV (Kaya Richard J. Beaujon Z/N Landhuis Joonchi II Curaçao). É licenciado e regulado pelo Governo de Curaçao sob a licença 1668/JAZ.

English日本語РуccкийPortuguês中文Español한국어DeutschFrançaisภาษาไทย